sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Um universitário em minha vida.





Hoje ás sete da manhã, leléscki me liga me dando a tal da notícia, não a "tal", e sim a maravilhosa esplendorosa notícia. Ele havia passado na Federal. Na hora eu n acreditei, achei ke ele tava zuando comigo, já que ele sempre tem mania de inventar histórias bobas.Mesmo assim dei parabéns, com um pingo de desconfiança, pois o resultado só sairia na terça que vem. Levantei, e entrei no site e ele estava certo. Lá estava o nomezinho dele.AAAI que felicidade gostosa, e uma sesanção de alívio.
Acho que eu vivi esse processo todo de ufes com o Alex, eu queria muito a aprovação dele, pois eu vi de perto o esforço, a vontade, o sonho dele de estar lá dentro.
Me lembro que na primeira fase, quando ele chegou aqui em casa para corrigir a prova eu estava nervosa, minha cabeça doía sem parar, eu tinha vontade até de chorar cara, mas daí ele passou, graças. Segunda fase n foi tão tensa para mim pois eu só iría saber da aprovação dele depois de quase um mês, e eu até esqueci um pouco.
E hoje isso me surpreendeu totalmente, mas gostei, meu branquinho tá prestes a entrar em uma nova vida, entrar em algo que ele realmente quer.

Eu acho que eu sinto tanta felicidade, tanto nervosismo, pois já passei por essa fase, de vestibular, da tensão de passar ou não. Claro que no ano em que eu tentei, eu n me esforcei em quase nada, ia somente nas aulas no sábado, mas em casa eu n tinha tempo quase nem para estudar para as provas, trabalhar me prejudicou um pouco, confesso.
Mas eu n me arrependo de ter optado na pmvv, não mesmo.
Meu curso técnico ás vezes me desanima, pois n é bem reconhecido, mas em outras ás vezes acho que tenho que superar isso tudo, e ser uma boa profissional na minha área independente de reconhecimentos dessa sociedade que só reconhece profissionais comuns.

Ah, sou só felicidades.

Meu cabelo está escovadinho, um chuchu.



Ouvindo:
Rammstein - Mann gegen Mann

Nenhum comentário: